• Portuguiando

Por que os portugueses não se renderam ao WhatsApp?

Atualizado: 23 de Out de 2018

Diferentemente dos brasileiros, os lusitanos não têm o costume de utilizar o aplicativo e nós já começamos a ver vantagens nesse jejum de WhatsApp em Portugal


Entre as coisas que mais me surpreenderam em Portugal, uma das mais inusitadas é o fato de quem aqui praticamente ninguém usa WhatsApp. Quase todos conhecem e têm o aplicativo, mas simplesmente não usam. Os portugueses preferem as tradicionais mensagens de SMS.


Isso porque internet não é tão barato assim, a cabeça dos planos de celulares é voz e mensagem. Mesmo tendo wi-fi em quase tudo que é lugar, os lusitanos preferem abusar das mensagens de texto.


Como é morar em Lisboa? Assista ao vídeo!


No início isso soou muito estranho, mas aos poucos fomos enxergando uma lógica cultural também. Essas facilidades aqui são usadas apenas para trocas de mensagens curtas, objetivas. Para papos ou assuntos mais complexo, eles ligam. Coisa que já quase não fazíamos no Brasil.


Vai viajar? Aproveite o código promocional do Portuguiando na compra do seguro viagem


Não tem essa de áudio pra cá, áudio pra lá. Grupos, então, são escassos. Praticamente não existem. Não tem grupo do trabalho (amém, senhor!), das mães da creche, do condomínio, da família... nada disso!

Saiba como abastecer seu carro em um posto de combustível em Portugal


Como em tudo, encontramos vantagens e desvantagens nisso. Tem o lado bom, aliás, ótimo, do celular tocar menos. A verdade é que muitas vezes perdemos tempo lendo mensagens que nem nos interessam... portanto tenho conseguido me concentrar mais em tudo que faço sem aquele barulhinho desviando minha atenção o tempo todo. Além disso, falar aproxima mais as pessoas.


Custo de vida em Portugal: sabia quanto gasta mensalmente uma família de três pessoas


Por outro lado, o WhatsApp tem lá suas vantagens... por ali você já envia arquivos, resolve coisas com várias pessoas ao mesmo tempo, tudo que se envia fica registrado... mas para isso existe e-mail mesmo, que também não deixa a desejar.


Enfim, ainda não sei dizer o que prefiro, mas ao menos uma coisa constatei: a minha tendinite está agradecendo! 


Veja também:

Morar em Portugal: cinco passos para concretizar esse sonho

Motivos que me levaram a sair do Brasil

Quatro coisas do Brasil que os portugueses amam!

Sobre nós
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Preto Ícone YouTube

Ana Beatriz - jornalista brasileira, 39 anos, mãe do Matheus e do Tomás, esposa do André, que se apaixonou por Portugal e se mudou de mala e cuia com a família para o Porto. 

André - fotógrafo brasileiro, 47 anos, pai do Pedro, do  Gabriel, do Matheus e do Tomás, marido da Bia, que embarcou junto nessa aventura e, assim como os portugueses, não dispensa um café com natas. 

Juntos, gerimos o Portuguiando, a Art22 Media e a André Furtado Photography

Aproveitamos esse espaço para compartilhar impressões, diferenças e similaridades culturais e dicas de turismo para brasileiros que pensam em se mudar para cá ou simplesmente querem conhecer mais sobre Portugal. 

 

Fale conosco: contato.portuguiando@gmail.com

 

Receba nossos informativos:

© 2023 by Going Places. Proudly created with Wix.com